Qual é a diferença de um notebook para um Chromebook?

Apontados como computadores “enxutos”, os Chromebooks tiveram uma grande ascensão nos últimos anos. Entretanto, alguns usuários têm dificuldade de entender as diferenças entre esse dispositivo e os notebooks. Então, o Canaltech mostra as semelhanças e as diferenças entre essas máquinas.


Lançada em 2011, a tecnologia por trás dos Chromebooks avançou bastante e reduziu a dependência de uma conexão com a Internet. Bem como, há vários modelos semelhantes aos notebooks tradicionais e até aparelhos 2-em-1 no formato de tablet ou desktop.


Para quem está considerando um novo laptop, vale a pena conhecer mais sobre essa “alternativa” de computador compacto. Mas, antes de se aprofundar, é interessante conhecer brevemente as principais características de cada máquina.


Os notebooks com Windows ou macOS já são considerados modelos tradicionais entre os usuários (Imagem: Firmbee/Unsplash)

O que é um notebook?


Um notebook – ou laptop – é um computador portátil que usa os sistemas operacionais Windows da Microsoft ou macOS da Apple. A partir da área de trabalho dessas interfaces, os usuários conseguem acessar os softwares instalados na própria máquina.


Para isso, esses dispositivos costumam ter unidades de armazenamento físico mais robustas, com HDs ou SSDs. Também é comum que esses aparelhos tenham mais recursos integrados ao hardware, como diferentes portas de conexões e placas gráficas dedicadas.


Os Chromebooks possuem opções de armazenamentos mais limitados do que os notebooks (Imagem: Brooke Cagle/Unsplash)

O que é um Chromebook?


Um Chromebook também é um modelo de computador portátil, mas com o sistema operacional ChromeOS do Google. Em geral, o dispositivo usa o navegador Chrome como a interface principal para acessar aplicativos e arquivos armazenados na nuvem.


Uma característica dessas máquinas é o armazenamento interno mais limitado, mesmo usando o formato SSD. Elas também apresentam menos recursos extras de hardware, visando manter o tamanho sempre compacto do dispositivo.


Assim como os notebooks, os Chromebooks possuem design compactos e que faciliam o transporte (Imagem: Brooke Cagle/Unsplash)

Quais são as principais semelhanças?


Como fica claro nas descrições individuais, os notebooks e os Chromebooks são essencialmente computadores portáteis. Grande parte desses dispositivos são projetados para serem mais finos e leves, facilitando o transporte para diversos lugares.


Em ambos os casos, as marcas estão investindo na construção de produtos com maior durabilidade. É possível encontrar modelos com acabamentos e teclados mais resistentes e até aparelhos fabricados com materiais com certificados de resistência de nível militar.


Outro ponto em comum é a longa vida útil da bateria. Enquanto alguns notebooks possuem tanques maiores para o uso por longos períodos longe das tomadas, o sistema operacional e o hardware minimalista do Chromebook otimizam o uso da energia.


Versáteis, há diversos modelos de Chromebooks conversíveis que se transformam em tablets (Imagem: Divulgação/Asus)

Quais são os principais diferenciais do Chromebook?

O maior diferencial entre um notebook e um Chromebook é o sistema operacional. Enquanto o primeiro é focado em interfaces mais “tradicionais”, como o Windows e o MacOS, o segundo usa exclusivamente o ChromeOS.


Essa interface reflete inteiramente na proposta do dispositivo, cujo foco está na nuvem. Basicamente, o usuário trabalha com uma versão do navegador Chrome com alguns recursos adicionais e quase totalmente dependente de serviços online.


Por não ser compatível com o tradicional pacote Office do Windows, os usuários são incentivados a usar o Google Drive. Então, o Google Docs e o Google Sheets se tornam alternativas na nuvem para o Word e o Excel.


Feitos para acessar os apps e arquivos online, os Chromebooks não costumam ter hardwares extremamente poderosos como os notebooks. Usando CPUs da Intel, da Qualcomm ou da MediaTek, um dispositivo intermediário pode ter em média até 8 GB de memória RAM e ser equipado com um armazenamento SSD de até 256 GB.


Vale mencionar que os modelos com ChromeOS não são mais um “peso de papel” quando não estão conectados à Internet. Além dos modelos com suporte a rede móveis, vários apps para trabalho ou entretenimento oferecem recursos para uso off-line.


Para quem busca um dispositivo para tarefas básicas, um Chromebook premium pode ter preços mais acessiveis do que os notebooks de médio porte (Imagem: Divulgação/Acer)

Os Chromebooks são mais baratos do que os notebooks?


Por conta do hardware mais simples, os Chromebooks tendem a ter preços mais acessíveis do que certas categorias de notebooks. Esse é um fator que pode ser um atrativo para muitos consumidores que estão pensando em adquirir uma máquina nova.


Assim como qualquer outro eletrônico, há opções de entrada, intermediário e premium. Os valores podem variar de R$ 1 mil até R$ 2.500, dependendo da marca e das configurações do dispositivo.


Fazendo um comparativo, um Chromebook premium pode custar o equivalente a um notebook com configurações intermediárias. Caso o usuário esteja em busca de um dispositivo para tarefas básicas, como pesquisas na internet e videochamadas, um modelo com ChromeOS pode se tornar uma opção com maior custo-benefício.


Conseguiu entender qual é a diferença de um notebook para um chromebook? Não esqueça de compartilhar esse conteúdo com outras pessoas que ainda possuem essa dúvida sobre os aparelhos.


(Texto publicado originalmente no site Canaltech em 30 de maio de 2022)