Rotentix sobrevive à “Volta dos Pintos Carcomidos”

Atualizado: 2 de Ago de 2019

O Sul do Brasil tem praticamente uma tradição em apresentar bandas incríveis influenciadas por Ramones. A Volta dos Pintos Carcomidos, novo álbum do Rotentix, é a prova que a região continua entregando excelentes trabalhos para os fãs de bubblegum e afins.


Produzido pelo quarteto em parceria com Davi Pacote (Os Torto, Paulo Rocker), o quarto disco da carreira dos porto-alegrenses e apresenta 17 faixas. Sendo que duas são canções bônus.


Então, esteja preparado para enfrentar pouco mais de meia hora de histórias engraçadas e uma visão bem peculiar do mundo.


Sessão de Louvor


Uma das coisas que me fisgou ao ouvir A Volta dos Pintos Carcomidos foram as letras bem humoradas. Nostradamus e Sessão de Louvor são os melhores exemplos.


A primeira música diz que a solução é viajar para o Triângulo das Bermudas quando o fim do mundo estiver próximo. Enquanto a segunda reconta uma situação que alguns roqueiros podem passar ao tentar se encontrar com a religiosidade.


O fato das letras serem em português ajuda muito para o ouvinte compreender os “causos” que estão sendo relatados pelo Rotentix. Quando a pessoa entende as histórias, fica muito difícil não rir.


Por exemplo, Cagando no Kharefur e Eu Só Dou Azar são letras que me fizeram dar boas gargalhadas logo na primeira audição.


Ouvindo Ramones


Como disse lá no começo do texto, o Rotentix tem uma grande influência de Ramones. Não apenas pela sonoridade simples dos quatro acordes ou no senso humor nas letras.


Por exemplo, o vocalista Douglas Rotentix tem uma voz muito parecida com a do Joey Ramone. Então, rola uma boa familiaridade para quem curte os garotos do Queens.


Apesar das semelhanças, a banda de Porto Alegre consegue inserir personalidade no trabalho. Alguns detalhes fazem quem os acompanha identificar que é um disco do Rotentix como nas faixas Tapete Persa, Cheio de Olheiras e Magalão. Músicas em que é possível identificar a fórmula “Rotten Chicks”.


Nem por isso, eles deixaram de prestar um tributo aos seus influenciadores como em Ouvindo Ramones. Uma faixa bem sensível sobre como o grupo faz parte da vida de muitos (e muitos) fãs.


“Mundo Bizarro”


Assim como Ouvindo Ramones, o Rotentix conseguiu colocar algumas músicas mais “contemplativas” ao seu modo de ser. Por exemplo, Bizarro deixa clara a vontade de uma pessoa em ser ela mesma “sem ter complicações”. Já Infeliz Com Você é uma carta aberta e sem censura sobre “amores por interesse” que acontecem por aí.


A Volta dos Pintos Carcomidos é um dos melhores trabalhos do Rotentix. Simples, honesto, divertido e direto. É isso que todo álbum de bubblegum deve ser. O fato de ser “curto” só faz o ouvinte voltar o disco diversas vezes para o começo, ou simplesmente deixá-lo no repeat no Spotify, Soundcloud e YouTube.


Redes Sociais

Telefone

Celular: (13) 99125-3393

  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Black Twitter Icon
  • Instagram - Black Circle