Deixar celular 5G sempre no 4G economiza bateria?

Com o sinal 5G começando a ser ativado nas capitais brasileiras, o consumo de bateria devido ao uso do novo formato de internet móvel já gera dúvidas em alguns usuários. Então, o Canaltech responde se realmente vale realmente deixar o celular 5G sempre no 4G para economizar energia e outras questões que estão no ar!


O 5G gasta mais bateria?


Em tese, as conexões 5G consomem menos energia do que as redes móveis 4G. Em algumas situações, a quinta geração de internet móvel pode ajudar a economizar a bateria dos dispositivos móveis.


Isso ocorre devido ao “tempo de descanso” que a tecnologia oferece para os smartphones. Esse termo é usado por engenheiros para se referir a eficiência dos componentes dos aparelhos, como processadores, placas gráficas e modens de internet.


Para um componente ser considerado eficiente, ele deve executar uma tarefa de forma rápida e retornar ao estado de repouso com baixo consumo de energia. Contudo, se a peça passa um longo tempo atuando em uma atividade com capacidade máxima, isso exigirá maior consumo de energia.


Modens 5G para celulares atuam com maior velocidade e tendem a consumir menos energia (Imagem: Reprodução/InfoMoney)

Trazendo esse conceito para as redes móveis, os modens para conexões 5G realizam download muito mais rápido do que os modelos compatíveis apenas com o 4G. Então, o componente pode usar uma alta quantidade de energia momentânea e, depois, retorna ao estado de repouso somente atuando em conexões mais fracas em segundo plano.


Contudo, o uso prolongado com amplo consumo de gigabytes de dados exige o maior consumo de energia do celular. Fator que, obviamente, fará a bateria ser drenada mais rapidamente.


De toda forma, o 5G ainda é considerado mais econômico por executar atividades até 10 vezes mais rápido que o 4G e usando “pequenas frações” de energia. No final do dia, isso pode ajudar a prolongar o uso da bateria do dispositivo.


Antenas com sinal 5G ainda são limitadas comparada a rede 4G (Imagem: poungsaed_eco/Envato)

O que realmente faz o 5G consumir muita bateria?


Neste momento, em que o sinal 5G começa a ser ativado no Brasil, a fraca cobertura pode influenciar no consumo de bateria dos celulares. Ainda há uma quantidade limitada de antenas atuando com frequência 3,5 GHz comparada com a extensa malha de rede 4G, que atua na frequência 2,3 GHz.


Os smartphones, independentemente de serem 4G ou 5G, estão sempre buscando se conectar com o melhor sinal. Então, quando os dispositivos estão em uma zona de baixa cobertura ou completamente fora dela, eles tendem a gastar mais energia procurando uma rede.


Nesses casos, o uso do 5G realmente pode resultar em maior consumo de energia do dispositivo. Da mesma forma, algo semelhante acontecerá se o usuário estiver usando uma conexão 4G em uma área sem cobertura.


Por conta da alta velocidade do 5G, as pessoas costumam usar o dispositivo por mais tempo (Imagem: Jonas Leupe/Unsplash)

Outra razão é que, com uma internet mais veloz – e um possível plano de dados ilimitado –, as pessoas exploram mais o uso do celular. Por exemplo, não há uma preocupação em assistir a vídeos ou ouvir músicas em apps de streaming usando a rede móvel.


Como dito anteriormente, o alto consumo de dados por tempo prolongado fará o modem trabalhar por mais tempo e consumir mais energia. Contudo, caso a pessoa volte a usar a rede “conscientemente”, como usava o 4G, haverá pouca diferença no consumo de energia.


Por conta disso, alguns usuários enxergam erroneamente a conexão 5G como uma “vilã” do alto consumo de energia do smartphone. Quando, na verdade, o real problema é tudo que a quinta geração de internet móvel permite realizar com maior velocidade.


Tentar entender a causa pelo qual a bateria está sendo drenada pode evitar voltar a usar o 4G (Imagem: leungchopan/Envato)

Vale a pena voltar para o 4G para economizar bateria?


Antes de tomar a decisão de voltar o telefone 5G para o 4G, é importante observar quais são as possíveis causas para o alto consumo de bateria. Seria o fato do usuário estar em uma região ainda com sinal limitado do 5G ou o uso exagerado da internet?


No primeiro cenário, retornar ao uso do 4G pode ser a solução mais econômica para o consumo de energia do dispositivo. Isso pode ser realizado facilmente nas configurações dos sistemas Android e iOS.


Caso a bateria esteja sendo drenada por conta do amplo consumo de dados, vale repensar a forma que a pessoa está usando o aparelho e os aplicativos. Uma dica é identificar quantos apps estão sendo executados – principalmente, aqueles que atuam em segundo plano – e o quanto eles consomem de energia a cada sessão conectado a uma rede móvel.


Nem sempre o 5G será o principal motivo para a bateria ser drenada rapidamente, os usuários também devem ficar atentos a vários outros elementos que interferem no consumo de energia. Não esqueça de compartilhar esse conteúdo com outras pessoas que possam precisar dessa ajuda!


(Texto publicado originalmente no site Canaltech em 17 de agosto de 2022)